9 testes em grávidas para detectar anomalias no feto

Tipos de testes de diagnóstico pré-natal que detectam anomalias durante a gestação

Estefânia EstebanResponsable Multimedia30 de agosto de 2018

Durante a gravidez, a principal preocupação da futura mamãe é que tudo se desenvolva com normalidade e seu bebê nasça saudável e forte. Para verificar que ocorre nenhuma anomalia, existem diferentes testes ou testes pré-natais. Algumas não são invasivas, mas outras trazem algum risco para o bebê e a gestante.

Descubra estas 9 testes em grávidas para detectar anomalias no feto. Se temos de que nos informa a cada uma delas e como se realiza.

9 testes em grávidas para detectar anomalias no feto que você deve saber

Desde a maturação pulmonar do bebê até as possibilidades de que tenha algum distúrbio cromossômico. Existem muitos testes que visam detectar qualquer anomalia no feto. Em algumas ocasiões, o diagnóstico precoce pode ajudar a solucionar o problema.

Aqui você tem uma lista com 9 testes de diagnóstico na gravidez, que são utilizados para detectar qualquer tipo de anomalia que possa afetar o bebê:

1. Ultra-som. O ultra-som é a prova mais utilizada ao longo da gravidez. Funciona através de ultra-sons que conseguem captar uma imagem do bebê e mostrar com bastante fiabilidade fatores determinantes, como o nível de líquido amniótico, o comprimento do fêmur do feto, a formação de seus órgãos, a qualidade da placenta… Existem muitos tipos de ultra-som. A mais comum é em duas dimensões (ecografia 2D), mas cada vez há mais centros que oferecem aos pais uma ultra-sonografia em três dimensões e até em quatro dimensões.

Para a grávida não implica qualquer desconforto. Efectua-Se em uma maca por um ecocardiógrafo e um pouco de gel que ajuda as ondas de ultra-som para captar melhor o interior do útero.

2. A cultura de urina. Trata-Se de um teste de urina que se efetua a grávida com a finalidade de encontrar vestígios de possíveis bactérias prejudiciais para o bebê. Se realiza mediante o estudo microbiológico das amostras no laboratório. Este teste pode detectar qualquer tipo de infecção urinária na gravidez, assim como a presença de alguma bactéria que tenha que lutar com antibiótico.

3. A amniocentese. Trata-Se de um teste invasivo para detectar doenças no feto, algumas genéticas, como a Síndrome de Down. A prova consiste na extração de um pouco de líquido amniótico. Para isso, introduz-se pela barriga da grávida uma agulha longa e fina. O líquido amniótico tem uma grande quantidade de material do bebê, como amostra de pele e cabelo, o que dará uma valiosa informação, já que estes sinais se pode tirar seu dna completo. Esta prova também dar a informação exata sobre o sexo do bebê.

No entanto, trata-se de uma prova que envolve algum risco para o bebê e a gestante. De facto, ainda ocorrem alguns abortos por causa dessa teste de diagnóstico. A mulher grávida deve permanecer em repouso absoluto por alguns dias após ser efectuada a amniocentese.

4. O teste de O’Sullivan. Esse teste não é invasivo, mas é um pouco desconfortável para a mãe, que deve tomar um preparado de glicose e submeter-se a dois exames de sangue (um antes de beber o preparado e outro depois). Serve para medir o açúcar no sangue da mãe e determinar se existe diabetes gestacional. Se o resultado for positivo, a grávida deve mudar completamente seus hábitos alimentares, seguir uma dieta orientada por seu médico e fazer mais esporte.

6. Teste de maturação pulmonar ou teste quantusFLM. Esta é uma prova nova, que ainda é feita em poucos hospitais, mas que tende a se espalhar rapidamente. Serve para medir o grau de amadurecimento dos pulmões do bebê, para saber se ele estaria preparado para nascer antes do tempo. É muito útil no caso de ter que induzir o parto. Realiza-Se através de uma ecografia 2D e analisa-se graças a um sistema de software instalado em seu computador.

7. Estudo de DNA fetal no sangue materno. Outro sistema inovador para medir possíveis malformações genéticas é a análise de DNA no sangue da mãe. Efectua-Se no primeiro trimestre, a partir da semana de 10 de gravidez, e conseguiu uma altíssima aproximação para determinar se o bebê sofre de Síndrome de Down, Patau, Edwars e outras doenças cromossômicas. Além disso, eles podem descobrir o sexo do bebê de forma exata. Entre suas grandes vantagens, que é uma simples análise de sangue, nada invasivo nem perigoso para a mãe e o bebê.

8. O triplo screening. É uma prova que combina análise de sangue e ultra-som. Efectua-Se no primeiro trimestre de gravidez. É um teste de triagem, ou seja, dá-nos uma aproximação das probabilidades que tem o bebê ter algum tipo de malformação ou doença, como pode ser Síndrome de Down. Através de ultra-som é medido, por exemplo, o tamanho do fêmur e a prega nucal, que dá uma avaliação sobre os riscos que existem de que exista Síndrome de Down.

9. Ultra-Som Doppler. Trata-Se de uma ecografia com cor, que mostra o fluxo sanguíneo do bebê. Isto é muito importante, por exemplo, para verificar se existe algum problema no cordão umbilical. Também traz informações muito valiosas sobre a circulação sanguínea para o cérebro do bebê e no coração. Os resultados ajudam a conhecer mais dados sobre o crescimento fetal.

Dicas para saber se você está grávida de um menino ou uma menina

Promovido

Explicamos-Te como afetam os antibióticos a bebés e grávidas e cuidado que você deve ter na hora de consumi-los.

Sua semana de gravidez

  1. Capa
  2. Gravidez
  3. Provas
  4. 9 testes em grávidas para detectar anomalias no feto

Relacionados

ProvaProvaEducaçãoProvaGravidezEmbarazopruebas no embarazogestaciontest de osullivantriple screeningdiagnostico prenatalsindrome de downtest da maduracion pulmonarecografiasecografia 2decografia 3durocultivo

0 Comentários

×

Responsável ” Polegar Meios S. L. N. E

Objectivo ” Gerir os comentários ou Registro na web

Legitimação ” Consentimento do titular dos dados

Direitos ” Tem o direito de aceder, rectificar e cancelar os dados, bem como outros direitos, como se explica a informações adicionais

Informações adicionais “, você Pode consultar a informação adicional e mais detalhada sobre a Protecção de Dados Pessoais na Política de Privacidade e Aviso Legal https://www.guiainfantil.com

O mais visitado

LazerBebêsAlimentaçãoSaúde

Boletim informativo Semanal GuiaInfantil.com

Receba nossas novidades em seu e-mail

×

Responsável ” Polegar Meios S. L. N. E

Objectivo ” Gerir os comentários ou Registro na web

Legitimação ” Consentimento do titular dos dados

Direitos ” Tem o direito de aceder, rectificar e cancelar os dados, bem como outros direitos, como se explica a informações adicionais

Informações adicionais “, você Pode consultar a informação adicional e mais detalhada sobre a Protecção de Dados Pessoais na Política de Privacidade e Aviso Legal https://www.guiainfantil.com

Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar o nosso serviço, elaborar informação estatística e para a veiculação de publicidade personalizada. Se você continuar a navegar ou fechar a mensagem, entendemos que você está aceitando. Você pode alterar as configurações na nossa Política de Cookies

GuiaInfantil.com é o site líder em audiência na categoria ” Família e Estilo de Vida, com 14 milhões de visitantes por mês.

Polegar Meios S.L. © 2000-2018. Todos os direitos reservados.

Made with by 360audience

Leave a Reply